GENTE BACANA FACEBOOK YOUTUBE
- AGORA SÃO
Publicidade
ECOTEC
ANINCIA AQUI PEQUENO 02
ANUCIA PEQUENO 04
NIVEL DIGITAL
LONG LIFE
LAVANDERIA MULHER MODERNA
ANUCIA PEQUENO 03
ANUCIA PEQUENO 01
Conteúdo



Shampoo de cavalo faz mesmo os cabelos crescerem mais rápido?

   14/03/2016
Fonte: Dra. Tatiana Gabbi DERMATOLOGIA - CRM 104415/SP   

Muitas pessoas falam do shampoo de cavalo como uma solução mágica para ter cabelos mais longos em menos tempo. Mas, para começo de conversa, há anos a fórmula do shampoo de cavalos mais conhecido do mundo já foi modificada para contemplar o uso em humanos. O motivo pelo qual esse shampoo mantém a foto do cavalo na embalagem e seu nome permanece vinculado ao uso veterinário é puro marketing. As pessoas associam a crina do cavalo com um cabelo forte e bem tratado e isso faz com que elas procurem esse shampoo e o consumam. 

Apesar da sua fama de fazer o cabelo crescer mais rápido, na realidade, um shampoo comum não tem essa capacidade. Até existem produtos no mercado, específicos para doenças dos cabelos, que prometem prolongar a fase de crescimento dos fios, mas mesmo eles não aceleram o crescimento em si. A função principal do shampoo continua sendo a de limpar o couro cabeludo e os cabelos da sujeira, excesso de oleosidade e produtos acumulados, sem quebrar os fios neste processo. 

 Portanto, a composição do shampoo de cavalo é semelhante aos outros shampoos para uso exclusivo em humanos: consiste de água, detergentes, proteínas, lipídeos, acidulantes e - pasmem! - sulfato (na forma de sodium laureth sulfate) e sal. 
Analisando melhor a composição do shampoo de cavalo

A presença do sulfato no shampoo promove uma excelente ação detergente a ele, porém precisamos ter em mente que a limpeza excessiva pode provocar danos aos fios, principalmente quando são compridos, tratados quimicamente, ou em cabelos cacheados ou crespos. A proteção natural dos cabelos é formada por moléculas de gordura e a remoção em excesso, com o tempo, pode tornar as pontas dos cabelos secas e quebradiças, principalmente quando não se tem uma rotina de cuidados com hidratação e condicionamento dos cabelos. É por isso que o sulfato presente no shampoo é associado ao frizz, mas a maioria das marcas usa silicones e hidratantes em sua composição para evitar que o sulfato cause danos à fibra capilar. Aqui não é diferente! 

Além disso, o pH do shampoo de cavalo é 6,0, sendo que os shampoos infantis têm o pH próximo de 5,5. Acontece que o pH da pele do cavalo é próximo de 7.0, enquanto que a pele humana gira em torno de 5.0. Isso significa que além de ter sal e sulfatos, o shampoo para cavalos é menos neutro para a nossa pele que o shampoo infantil. Isso não chega a ser um grande problema, porque um pH abaixo de 7 é considerado seguro para uso em humanos e somente acima desse valor ele poderia resultar na quebra dos fios. Por ser de pH básico (alto), ele permite uma boa abertura das cutículas dos fios, o que facilita a absorção do condicionador, que deve ser usado na etapa seguinte. 

E quanto ao sal? Para começar, gostaria de salientar que todos os shampoos possuem sal em sua composição, mesmo os que dizem que não têm. O tipo de sal considerado "mais agressivo" seria o cloreto de sódio, exatamente o que está presente na fórmula do shampoo de cavalo. A ausência deste sal na fórmula do shampoo torna-o um pouco menos agressivo, sobretudo para quem lava os cabelos todos os dias ou fez química ou coloração nos fios. O motivo seria o fato de que o sal resseca (desidrata) os fios já fragilizados por estes tratamentos ou pelo excesso de lavagens. 

Na realidade, depois de me informar sobre a composição do shampoo de cavalos eu cheguei à conclusão de que ele funciona como um shampoo anti-resíduos, com suas vantagens e desvantagens. Esses shampoos de limpeza profunda têm a propriedade de retirar as substâncias químicas que se acumulam nos fios (resíduos) e que impedem a absorção dos nutrientes de shampoos e condicionadores. Por esse motivo, depois da lavagem, recomenda-se o tratamento com máscaras e hidratantes. Você irá observar um resultado melhor porque os fios serão capazes de absorver muito melhor as proteínas (aminoácidos), silicones, vitaminas e emolientes contidos nesses produtos. E é por isso que os fios realmente podem parecer mais cheios e brilhantes após o uso desse tipo de shampoo. 

Problemas do shampoo de cavalo

A desvantagem do uso prolongado desse tipo de shampoo é que ele pode remover mais rapidamente a cor dos cabelos tingidos e fazer com que um tratamento não permanente, como uma progressiva, dure menos tempo. O seu uso excessivo, diário, sem uma rotina de hidratação, também pode levar ao ressecamento das pontas dos cabelos. 

O fabricante recomenda o uso associado ao condicionador da mesma linha. A composição dele leva diversos nutrientes e emolientes e substâncias hidratantes, como óleo de coco, glicerina, óleo de soja, óleo de oliva, pantenol, vitamina E e aminoácidos do trigo. Esses componentes conferem um grande poder de absorção de água pelos fios, além de melhorar a maleabilidade e maciez dos cabelos. A vitamina E, além de hidratar, protege dos raios UV e a proteína hidrolisada do trigo forma uma película selante, porque tem afinidade com a queratina. O pantenol ou pró-vitamina B5 combateria a queda e tornaria os fios mais espessos, mas isso carece de comprovação científica em composições tópicas. O uso de ambos os produtos parece se complementar bem, pois o pH do condicionador é 4,5, o que promove o fechamento das cutículas dos fios, abertas na etapa da lavagem com o shampoo. 

A conclusão é que o shampoo de cavalos é um shampoo anti-resíduos e, portanto, deve ser usado com cuidado em cabelos com química. Ele não faz os cabelos crescerem mais rápido, mas realmente pode, se usado de forma adequada, dar um bom resultado na aparência dos cabelos principalmente, se for usado junto com um condicionador que contenha substâncias emolientes e condicionantes em boa quantidade. 

Compartilhar no Facebook